– Comunicação eficaz nas empresas

 

– Paulo Massuno*

Comunicação interna é definida como a mensagem existente entre a empresa e o público interno, ou seja, entre funcionários, departamentos, unidades, gestores, diretores, e presidente. Sendo a base do processo de gestão, é imprescindível aplicar de forma integrada e planejada.

É utilizada para motivar o público interno, desenvolver um clima favorável entre os colaboradores, agilizar tomada de decisões, incentivar a pró atividade nas equipes, e também para criar uma boa imagem empresarial.

Tem como objetivos principais, o diálogo transparente com o público interno, promover inclusão, motivação e integração, agilizar processos para tomada de decisões e envolver pessoas necessárias no processo, sendo essencial para a gestão eficaz.

Uma organização é uma interação complexa entre pessoas, culturas, mercado e sociedade, sendo formada por profissionais, processos, modelos de gestão, tecnologias e produtos/serviços, e é composta por diferentes níveis de circulação da informação em planos estratégicos, gerenciais, operacionais que exigem compartilhamento.

Quanto melhor fluir a comunicação em cada um dos níveis da organização, e entre eles, mais sólida será a imagem que ela passará para o ambiente onde está inserida, ou seja, o mercado e a comunidade.

Neste processo é importante falar a língua do colaborador, a mensagem deve ser entendida, deve estar alinhada ao discurso da cultura organizacional, considerar todos os públicos, e também dar voz ao colaborador e estimular a participação.

A comunicação precisa de foco, definir quais são os objetivos, qual o público da mensagem, consultar correspondências anteriores, os relatórios e documentação relacionada com o assunto da comunicação para recuperar o que já foi discutido e realizado, assim, evitam-se repetições e otimiza-se tempo e processo.

Os resultados de uma comunicação eficaz se traduzem em respeito e consideração ao público-alvo, conseguir transmitir ao receptor aquilo que é necessário, gera melhoria da produtividade e eficiência, motivação e integração dos colaboradores, sentimento de equipe, vantagem competitiva que permitem a uma empresa diferenciar-se, por gerar mais valor aos seus clientes.